Autor: Ju Nascimento

Home wedding no jardim de casa – Casamento Deh & Lup

Deh e Lup, como a Débora e o Lupércio carinhosamente se chamam, se conheceram em 2012 através de uma amiga em comum, a Babi. O Lup sempre teve o costume de fazer festas para os amigos da UnB na sua casa e foi em uma delas que a Babi deu o “empurrãozinho” que faltava para que os dois começassem a ficar.

Pouco tempo depois tanto a Deh quanto o Lup foram morar nos Estados Unidos para estudar. Ele em San Diego, ela em São Francisco, se falando sempre pelo Skype. Se encontraram umas 3 vezes antes de voltarem para o Brasil, até que em janeiro de 2013, já em terras candangas, o Lup finalmente pediu para namorar. O lugar? A casa do Lup, naquela mesma pilastra em que deram o primeiro beijo no ano anterior.

Quando decidiram se casar os dois já sabiam que tinha que ser na casa dos pais do Lup, afinal, quanta história aquela casa tinha para contar! A decoração e o convite do casamento também seriam feitos por eles. Amo cerimônia no jardim, deixou a celebração super intimista como sonhavam. “Tinham apenas pessoas que compartilharam e participaram dos nossos anos juntos, amigos e família”, conta a noiva.

Noivo na janela olhando para a câmera buquê de noiva rústico posicionado em poltrona para foto

Preparar a casa para o casamento foi uma das maiores dificuldades que enfrentaram. A sogra da Deh resolveu fazer uma “pequena” obra no jardim 4 meses antes do casamento. Faltava 1 mês para o grande dia e nada da obra finalizar. Imagina a ansiedade! rs Na semana do casamento, lá estavam os noivos recebendo os fornecedores e ajustando os detalhes finais. Foram 6 meses juntando as garrafinhas que iriam para as mesas dos convidados, dá para acreditar? Às 8 da manhã do dia anterior, lá estava a Deh com o Lup comprando as flores da decoração e se preparando para colocar a mão na massa!

Para o grande dia Deus preparou uma belíssima tarde e uma noite com o céu limpinho. As gambiarras iluminavam todo o jardim e traziam aquela sensação gostosa de aconchego de quando se está entre amigos. A Babi e o Daniel, amigos queridos, conduziram a cerimônia e na entrada da noiva o Lup surpreendeu, cantando com a irmã. Que delícia de dia! As fotos são dos nossos parceiros da Agum Tominaga.

bandejinha com doce Romeu e Julieta para o casamento de Débora e Lupércio Altar de casamento celebrado na casa dos noivos Noivo entrando na cerimônia acompanhado dos seus pais Noiva entrando na cerimônia acompanhada do seu pai

História de amor

Nos conhecemos na casa dos pais do Lup, por meio de uma amizade em comum (a Babi). Já tínhamos estado no mesmo lugar em uma ou duas ocasiões, mas nunca tínhamos trocado palavras, nem olhares. O Lup sempre teve o costume de fazer festas para os amigos da UnB, ou só juntar o pessoal em casa para nadar e beber um pouco (nem sempre era pouco). A casa era um “point” do pessoal. A Deh já tinha recusado alguns convites da Babi para as tais festinhas do Lup. Ambos tinham saído de relações de anos havia menos de um ano e estavam na fase “soltinhos”.

Era Janeiro de 2012 quando a Deh finalmente aceitou mais um convite da Babi de ir lá conhecer os amigos dela da UnB. Chegando na casa já ao anoitecer, acompanhada de uma outra amiga, Deh se deparou com um garoto receptivo que tentava conversar com elas, enquanto seus amigos faziam a maior zona na sauna. Depois de uns papos bem superficiais e de uns jogos etílicos (king´s cup era o nome), todos estavam de pé, conversando. Eis que o Lup ouve a Babi e a Deh comentando de alguém, ao passar por elas. O Lup achou que era de um amigo, e perguntou se elas queriam que ele as apresentasse a alguém. Foi quando a Deh disse que elas falavam do próprio Lup. Com a resposta inesperada, o Lup gaguejou um pouco e a Babi se retirou. Depois de recuperada a calma e de algum xaveco bobo que envolvia as “covinhas” dela, mostando que ele também tinha uma, aconteceu o primeiro beijo. Aquela noite durou até o dia seguinte e, quando a Deh se deu conta, estava almoçando com os amigos do Lup.

Mas nem tudo foi tão simples. O Lup estava com uma viagem marcada para o fim daquele mês. Iria passar alguns meses em San Diego, na Califórnia, cogitando ficar por mais tempo, se achasse relevante fazer uma especialização por lá. E depois de quase um mês em que se viram bastante, os dois se separaram.

Contudo, a Deh não resistiu tanto tempo longe e…Brincadeira, rsrs. A Deh também já planejava passar um mês estudando inglês fora naquele ano e já tinha juntado um dinheiro pra isso. Só não tinha decidido se ia pra Londres ou San Francisco. Sem deixarem de se falar com a distância (aliás a Deh foi uma das únicas pessoas com quem o Lup falou por Skype durante a viagem, falando mais com ela do que com a família inclusive), o Lup ajudou na escolha do destino e em Maio daquele ano ela foi pra Califórnia também, mas ficando em San Francisco. Nos encontramos 3 vezes, duas em San Francisco e uma em San Diego. Depois que voltamos, o Lup enrolou a Deh mais uns meses, perdido profissional e emocionalmente, até que em Janeiro de 2013 começaram a namorar, com um pedido feito na mesma pilastra da varanda em que deram o primeiro beijo.

Pajem entrando com alianças Madrinhas de casamento posam com a noiva Bolo de casamento rústico com flores naturais e varal de luzinhas