09 de março de 2018

Chapada Diamantina: Onde ficar, quando ir e o que fazer em 1 dia

Fim de semana à vista e não sei vocês, mas aqui em casa já vai batendo aquela vontade de viajar. Por isso hoje compartilho com vocês minha primeira viagem de 2018: Chapada Diamantina!

Não tenho nem palavras para descrever o quanto esse lugar é incrível. É o destino ideal para casais aventureiros, seja para uma lua de mel ou férias a dois. Infelizmente eu passei pouquíssimo tempo: cheguei numa quinta a noite e já parti no sábado. Não foi suficiente para ver nem 1% da Chapada, que tem uma extensão de 1.500 quilômetros quadrados!

Minha história com a Chapada é muito antiga, acho que nunca contei pra vocês. Desde a minha infância eu faço o trecho Brasília/Recife de carro praticamente todos os anos com meu pai para ver a família. A rota passa pela Chapada e eu sempre ficava admirando as formações rochosas (principalmente o Morro do Camelo e do Pai Inácio), imaginando os mistérios que elas guardavam. Essa era uma viagem que eu sempre quis fazer mas nunca consegui, até o início desse ano!

Mas o que é a Chapada Diamantina?

É um Parque Nacional localizado no coração da Bahia que abrange algumas cidades da região: Lençóis, Vale do Capão (56 km de Lençóis), Andaraí (101 km), Igatu (114 km) e Mucugê (150 km). Cada cidade guarda uma infinidade de surpresas, como cachoeiras, grutas, cânions, serras e platôs de tirar o fôlego!

Quanto tempo ficar?

Gente, no mínimo 1 semana e ainda assim você não vai conseguir ver tudo. A maioria dos passeios são feitos a pé, cada passeio levam no mínimo 1h e um lugar é distante do outro. Vários mochileiros que vão para a região se programam para ficar em hostels para passar mais tempo, cerca de 10 a 15 dias.

Onde ficar?

Você pode ficar em qualquer uma dessas 5 cidades. A gente escolheu Lençóis por ser a principal, ter mais estrutura para o turista, mais opções de pousada… é uma cidade muito charmozinha. Me lembrou muito as cidades do interior de Minas Gerais, mas a vibe é totalmente baiana.

Quando ir?

Qualquer época do ano. De novembro a janeiro tem as chuvas de verão que podem enlamear as trilhas mas não impedem totalmente os passeios. As cachoeiras ficam mais caudalosas. De março a maio a chapada está bem verdinha! De maio a setembro dificilmente chove.

Nos finais de semana é quase impossível conseguir reserva se você não se programar com antecedência.

Onde se hospedar (em Lençóis)

Lençóis tem muitas pousadinhas estilo hostel, onde os quartos e os demais ambientes são compartilhados com os outros hóspedes. Isso faz com que as diárias sejam mais em conta. Essa ideia não me agrada nem um pouco, mas sei que tem gente que não se incomoda. Então estou disponibilizando na barra lateral um buscador que vocês podem utilizar e nos próximos parágrafos falo de outras pousadas que eu queria muito ter ficado, mas não tinha a nossa data disponível.

O Noiva do Dia é afiliado ao BOOKING.COM, plataforma líder de reservas de hotéis no mundo inteiro. O Booking.com garante os melhores preços disponíveis em qualquer cidade. Se você gosta do trabalho do Noiva do Dia e quer ajudar o blog, reserve seus hotéis através dos links aqui no post ou da ferramenta de pesquisa de hotéis na barra lateral. Você não paga nada a mais por isso e o blog recebe uma pequena comissão.

Hotel Canto das Águas

Situado entre as montanhas da Chapada Diamantina, e perto do Rio Lençóis, o Canto das Aguas Hotel dispõe de lindos jardins, uma sauna e piscina. Este hotel ecológico apresenta uma decoração elegante e oferece Wi-Fi gratuito nas áreas comuns.

Os quartos do Cantos das Águas oferecem uma decoração moderna e rústica. Além disso, dispõem de frigobar, TV de tela plana via satélite e banheiros privativos.

O Canto das Águas Hotel fica a 200 m do centro histórico de Lençóis. A Estação Rodoviária de Lençóis está a 5 minutos a pé de distância. Já o Aeroporto da Chapada Diamantina fica a cerca de 20 minutos de carro do local.

Terra dos Diamantes


Com Wi-Fi gratuito, piscina ao ar livre e terraço ao ar livre, o Terra dos Diamantes Hotel oferece acomodações em Lençóis, a 16 km do Morro do Pai Inácio.

Os quartos oferecem TV e banheiro privativo com chuveiro.

Você pode jogar bilhar neste hotel, e a região é famosa pelas trilhas a pé. O aeroporto mais próximo é o Aeroporto de Lençóis, a 16 km da propriedade. Para sua comodidade, o estacionamento privativo é gratuito no local.

Vila Serrano


A Vila Serrano dispõe de spa, centro de bem-estar e jardins a apenas 200 metros do centro de Lençóis. A acomodação oferece buffet de café da manhã diário e agência de turismo, além de Wi-Fi gratuito nas áreas comuns e na maioria dos quartos.

Os quartos possuem varanda, ar-condicionado, frigobar e decoração elegante de estilo rústico. O serviço de lavanderia está à sua disposição. O estacionamento é gratuito.

A equipe pode organizar excursões personalizadas em cavernas, cachoeiras e áreas com vista para os cânions e para as montanhas.

A Pousada Vila Serrano fica a 20 km do Aeroporto de Tanquinho. O centro de Serrano está a 350 metros. Já a cidade de Ribeirão do Meio fica a 2,5 km. A acomodação oferece transfer gratuito de ida e volta para a estação rodoviária.

Hotel de Lençóis


A apenas 500 m do centro de Lençóis, este hotel oferece piscina e jardim. A propriedade dispõe de massagens, WiFi gratuito nas áreas comuns e restaurante com adega e buffet de café da manhã.

Os quartos do Hotel de Lençóis dispõem de ar-condicionado, TV, frigobar e banheiro privativo. Além disso, a maioria das acomodações incluem uma varanda com vista do jardim, enquanto algumas oferecem uma TV de LCD.

Para sua comodidade, o hotel aceita animais de estimação. A propriedade fica a 800 m da Estação Rodoviária de Lençóis e a 22 km do Aeroporto Horácio de Mattos. Além disso, o estacionamento privativo é gratuito.

Portal de Lençóis


Localizado no centro de Lençóis, com vista panorâmica do Parque Nacional da Chapada Diamantina, o Portal Lençóis oferece piscina ao ar livre, Wi-Fi gratuito e estacionamento privado de cortesia no local.

Os quartos do hotel dispõem de varanda com vista do jardim e da piscina, bem como ar-condicionado, frigobar, ventilador e banheiro privativo com chuveiro, secador de cabelo e produtos de banho gratuitos.

Você poderá desfrutar do buffet de café da manhã, e a propriedade conta com recepção 24 horas, academia, sauna e bar no local. O aeroporto mais próximo é o Aeroporto de Lençóis, a 20 km do Portal Lençóis.

Canto no Bosque

Essa pousada é super charmosinha e petfriendly. Como estávamos viajando com Lola, nossa cachorrinha, e com a minha mãe, precisava aceitar cachorros. Essa tinha nossa data disponível e foi lá que ficamos!

Pegamos com um chalé para família, com 2 quartos (sendo uma cama de casal e duas de solteiro), TV, banheiro, frigobar bem abastecido, varanda com rede… uma delícia!

A pousada fica no canto de um bosque, cercada de verde… a gente acorda com o canto dos pássaros, que maravilha né!

O café da manhã está incluso na diária. Não é muito variado, mas é bem gostoso. Tem tapioca feita na hora!

A piscina não chegamos a conhecer. Chegamos de noite e tão cansados que só conseguíamos pensar em cama. No dia seguinte saímos para fazer os passeios então, realmente, nem deu tempo nem fez diferença.

O que mais chamou minha atenção foi o atendimento. Reservamos por telefone mesmo, eles cobriram o preço do booking.com pra facilitar pra gente e estavam sempre disponíveis no WhatsApp.

Além disso, os donos ficaram de prontidão até mais tarde para nos receber, foram nos buscar no centro de Lençóis às 23h para que não tivéssemos problemas em achar a pousada e, de fato, a localidade foi o único ponto negativo que pontuei em toda essa experiência, mas isso se deve ao fato de ela ser mais isolada mesmo (o que colabora fator sossego!). O clima era como se estivéssemos na casa de amigos.

 

E por falar em receptividade incrível, não poderia deixar de indicar para vocês a Estalagem do Alcino, celebrada por todos os viajantes e eleita pelo Guia 4 Rodas como a pousada que possui o melhor café da manhã do Brasil.

Estalagem do Alcino

O Alcino recebe os hóspedes como convidados em sua casa. Há quatro suítes com ar-condicionado e mais três quartos simples com quatro banheiros a compartilhar.

As áreas comuns complementam o clima aconchegante do lugar. Há varandas com redes, acesso à internet, ateliê, biblioteca, estacionamento, jardim e um pomar de 3.000 m2.

Para quem quer aproveitar ao máximo as emoções da Chapada Diamantina, ou simplesmente relaxar numa cidade pacata como Lençóis, a Estalagem do Alcino é o lugar ideal para recarregar as energias.

O que fazer em 1 dia?

Bom, o segredo para quem tem somente 1 dia para aproveitar a Chapada é acordar bem cedinho, tomar um café da manhã reforçado e ganhar a estrada o mais rápido possível. Para nossa sorte, uma das trilhas ficava do lado da pousada, o que poderíamos ter feito facilmente se não tivéssemos acordado tão tarde! rsrs

Gruta Lapa Doce (I)

Começamos então pela Gruta Lapa Doce, no município de Iraquara. A Gruta da Lapa Doce faz parte de um complexo de cavernas calcáreas e, diferente das demais cavernas da região, ela é ampla, bastante arejada e praticamente plana. É considerada a terceira maior do Brasil, possui 20 km mapeados, mas apenas 850m são abertos à visitação.

Como chegar: Seguindo aproximadamente 20 Km pela BR-242 após passar pelo Morro do Pai Inácio, pega-se a BA-122 por 14 Km até um cruzamento com estrada de terra. Placas indicam a Gruta da Lapa Doce à esquerda da rodovia e a Pratinha à direita. Percorra um quilômetro até uma bifurcação, dobre à direita e percorra mais um quilômetro.

Ingresso: R$ 10,00 (inclui guia e lanterna)

Depois de uma pequena caminhada, uma pausa para recuperar o fôlego e apreciar a vista:

O uso de calçado adequado é obrigatório. Como fui de chinelo, tive que alugar uma botina na lojinha do lado! rsrs

Aqui você já almoça e segue para o próximo destino, Pratinha.

Fazenda Pratinha (Gruta Azul e Rio Pratinha)

A Fazenda Pratinha é uma propriedade privada, localizada próxima ao município de Iraquara, e oferece 3 opções de passeio. Assim que o visitante chega, precisa se dirigir a um quiosque para ouvir as informações ao turista.

Basicamente aprendemos que as opções são (1) a Gruta Azul, onde o banho é proibido; (2) Gruta do rio Pratinha, onde o banho é permitido somente mediante flutuação, ou seja, com o aluguel de colete salva-vida, snorkel e pés de pato e (3) o rio da Pratinha, onde o banho com peixinhos é permitido.

O melhor horário para visitar a Gruta Azul é entre as 14h e 14h30, quando o sol tem a melhor incidência, iluminando a Gruta e revelando uma água cristalina, quase de um azul turquesa. É a coisa mais linda! Para chegar até ela há uma pequena, mas íngreme descida.

Ingresso para entrar na Fazenda Pratinha: R$ 20,00

Já na Gruta do Rio Pratinha a observação das formações rochosas e dos peixes é o que mais atrai. O mergulho é feito em grupo com o acompanhamento de guia treinado e qualificado para mergulhos em cavernas. Esse nós não fizemos.

A outra opção é o que eu chamei de prainha, justamente a parte liberada gratuitamente para banho.Uma das curiosidades da lagoa são os micro búzios, ou o que o restou deles, que são excelentes para ativar a circulação. A água é bem gelada e os peixinhos são bem invocados, eles beliscam a gente. rsrs

Nesse lugar tem um barzinho legal já pra você passar a tarde engordando e mergulhando.

Pôr do Sol no Morro do Pai Inácio

Se programem para finalizar o roteiro no Morro do Pai Inácio, é o principal cartão postal da Chapada Diamantina e ficou nacionalmente (ainda mais) conhecido depois da novela da globo Pedra sobre Pedra (quem lembra da abertura com música do Zé Ramalho?).

Segundo a lenda, o nome do morro refere-se a um escravo que tinha um namoro proibido com a filha de um coronel. Após descobrir o romance, lógico que o coronel mandou matá-lo. Na fuga dos capangas, o escravo teria pulado do morro com um guarda-chuva, que amorteceu a queda.

O morro fica ao lado da BR-242 (no Km 345). Você sobe, sobe, sobe de carro, até chegar em um estacionamento.

O pôr do sol lá é simplesmente incrível!

A visitação vai das 9h até as 17h. Infelizmente não consegui chegar a tempo porque saí de 16h45 da Fazenda Pratinha e o percurso é longo, mas consegui garantir essas fotos lá do estacionamento. Já dá para ter uma ideia da vista!

Meu padrasto foi meu modelo nas fotos de pôr do sol hahaha!

Espero que tenham gostado das dicas de hoje. Essa é uma viagem realmente incrível, divertidíssima e que vale a pena fazer com muito ou com pouco tempo. No meu caso, que fiz com pouco, deixou aquele gostinho de quero mais! Pretendo voltar lá e ficar na Estalagem do Alcino para conhecer o tão falado café da manhã.

Qualquer dúvida, pode deixar nos comentários que terei o maior prazer em responder!

 

Confira também:

Dicas de viagem: João Pessoa
Lua de mel em Gramado e Canela
Minha lua de mel | Bento Gonçalves/RS

Deixe seu comentário

Os comentários serão moderados.

Siga no instagram @noivadodiaoficial

Juliana Nascimento
Ju Nascimento

Sou a Ju Nascimento, workaholic, advogada, rumo ao quarto ano de casada com meus 28 anos bem vividos (apesar de me considerar uma eterna noivinha). Enquanto algumas mulheres são viciadas em bolsas, sapatos, roupas, esmaltes e cartão de crédito, eu sou completamente viciada em casamentos! LEIA MAIS