Categoria(s): Planejamento

Dicas práticas para fazer a lista de convidados

Dicas práticas para fazer a lista de convidados

Tá aí uma das coisas que tem me roubado o sono ultimamente.

Não precisa ser especialista para saber que depois do noivado, a primeira coisa que o casal tem que fazer é a lista de convidados. A etiqueta determina que os convidados do noivado também sejam chamados para o casamento. No nosso caso foram cerca de 40 pessoas.

É super complicado pensar numa lista de convidados quando você tem muita gente vindo de outros Estados e para mim, pessoalmente, tem sido uma luta quase que diária.

Quando noivamos pensamos num número de 150 convidados, mas desde que chegamos aqui em Recife, à medida que os dias vão passando, nós vamos firmando laços com pessoas que gostaríamos de ver no nosso grande dia e eu vou me descabelando! Se identificou com meu drama?

A lista de convidados influencia diretamente no orçamento que se pretende gastar porque faz toda a diferença no valor do buffet, do espaço, decoração, fotografia, filmagem, no tamanho da igreja, quantidade de lembrancinhas e tantos outros detalhes.

Quando pesquisamos orçamentos, principalmente de buffet e espaço, percebemos que 150 convidados ainda ultrapassariam o valor que tínhamos para gastar com o casamento, então nos vimos numa situação em que teríamos que enxugar ainda mais nossa lista.

Aqui vão algumas diquinhas para te ajudar a reduzir o número de convidados e economizar no seu casamento:

a)  Afetividade: Essa pessoa me liga, já me visitou ou veio na minha casa?
Isso vale inclusive para parentes. Se a pessoa nunca esteve na sua casa para uma visita, nem você na dela tomando um cafezinho, não precisa convidar. As concessões geralmente multiplicam os gastos.
b) Proximidade: Essa pessoa lembra do meu aniversário? Não vale através das redes sociais como orkut, facebook etc.

Quanto menor o casamento, mais exclusivo, maior o conforto – e melhor para todos, noivos e convidados.

c) Não precisa convidar todos os colegas do trabalho e da igreja.

Só quem já casou sabe quanto custa um convidado a mais na lista. E muitas vezes, não se trata de apenas mais uma pessoa, mas do clássico “um vira dois”, contando que o colega vai levar a mulher, namorada ou outro acompanhante. Nada de colocar convite no mural da empresa! Acredito que é válido chamar, no máximo, o chefe e os colegas de setor!

Li numa matéria que no caso de parentes distantes, devemos convidar somente aqueles que realmente queremos que esteja no dia ou se um dos pais fizer questão. Não vale convidar por educação! É um desperdício de dinheiro e de papel.

Em relação à quantidade de faltosos, estima-se que a média está entre 20 a 30% dependendo do dia da semana em que o casamento for se realizar e a quantidade de convidados. Claro que também depende de critérios como afinidade com os noivos, localidade e feriados. É impossível saber exatamente quantos estarão presentes, contudo, os buffets sempre fazem comida para 10% a mais que o contratado, então essa é uma margem mais segura de cálculo.

Creio que o ideal é ser razoável: nem chamar muito mais gente do que o número contratado com o buffet e nem convidar exatamente o número contratado esperando que todos irão. Algo que também ajuda a estimar os faltantes é o RSVP (confirmação de presença)!

Espero que ter ajudado.

Beijos e até a próxima!

Deixe seu comentário

2 comentários

  1. July, excelentes dicas! Amei!
    Não conhecia o seu cantinho! Lindooooo! Estou adorando ler os posts!
    Obrigada por visitar o meu blog :)
    Estou te seguindo!

    Bjs
    Jana

    janeewesser.blogspot.com.br